Ir para o conteúdo

Prefeitura Municipal de Monte Mor / SP e os cookies: Nosso site usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar você concorda com a nossa Política de Cookies e Privacidade.
OK
Prefeitura Municipal de Monte Mor / SP
Acompanhe-nos:
Rede Social YouTube
Rede Social Instagram
Rede Social Facebook
Notícias
Enviar para um amigo!
Indique essa página para um amigo com seus dados
Obs: campos com asterisco () são obrigatórios.
Enviando indicação. Por favor, aguarde...
NOV
09
09 NOV 2022
SAÚDE
Novembro Azul
enviar para um amigo
receba notícias

Urologista, Doutor André Ricardo Tim, da rede municipal de saúde de Monte Mor, concede entrevista sobre o Novembro Azul à rádio Prima FM. 

A secretária de Saúde de Monte Mor, Eliane Piai, nesta quarta-feira (09), acompanhada pelo médico urologista Doutor André Ricardo Tim, esteve no programa Show da Cidade do apresentador Eduardo Rage, da emissora local RTV (Rádio e TV Prima), para falar sobre o programa Mais Saúde, que está acontecendo na praça São Benedito, entre os dia 7 e 11 de novembro, com avaliações de patologias oftalmológicas em parceria com o Hospital Beneficente Sagrado Coração de Jesus, e também sobre o Novembro Azul.

Na oportunidade, o Doutor André Ricardo Tim, urologista que atende na Policlínica Municipal de Monte Mor, pôde falar um pouco sobre o Novembro Azul e sobre a importância dos cuidados em saúde masculina, especialmente sobre o câncer de proposta, desmistificando alguns mitos e tabus que muitos ainda têm sobre os exames, especialmente o do toque, tratamentos e cirurgia. 

O mês de novembro, assim como o mês de outubro voltado para as mulheres, faz campanha para lembrar a todos os homens de que o cuidado com a saúde é muito melhor quando feito de forma preventiva. O câncer de próstata e outros problemas relacionados à saúde dos homens, quando diagnosticados precocemente, possuem um grau muito grande de sucesso no tratamento. 

Para o Doutor André, uma das maiores dificuldades ainda enfrentadas no que diz respeito aos cuidados da saúde dos homens, que impede muitos de procurarem o médico, é o preconceito com relação ao exame de toque, indolor, rápido e importantíssimo, somado ao PSA, no diagnóstico precoce do câncer de próstata, além de outras doenças relacionadas.   

Após os 50 anos, e para homens com histórico de câncer de próstata na família, segundo o urologista, aos 45 anos, o exame deve ser feito uma vez por ano. Um exame simples que, deixados de lado o preconceito, o medo e a desinformação, pode salvar uma vida.

Seta
Versão do Sistema: 3.2.10 - 11/01/2023
Copyright Instar - 2006-2023. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia