Ir para o conteúdo

Prefeitura Municipal de Monte Mor / SP e os cookies: Nosso site usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar você concorda com a nossa Política de Cookies e Privacidade.
OK
Prefeitura Municipal de Monte Mor / SP
Acompanhe-nos:
Rede Social YouTube
Rede Social Instagram
Rede Social Facebook
Notícias
Enviar para um amigo!
Indique essa página para um amigo com seus dados
Obs: campos com asterisco () são obrigatórios.
Enviando indicação. Por favor, aguarde...
AGO
17
17 AGO 2022
DEFESA CIVIL
Secretaria de Defesa Civil segue com ações de combate a queimadas e incêndios em Monte Mor
enviar para um amigo
receba notícias
PROCESSANDO ÁUDIO

Com o período de estiagem no Estado de São Paulo, que vai de  junho a outubro, Monte Mor sofre com queimadas e incêndios de pequenas ou grandes proporções. 

Nesta terça-feira (16), como exemplo do que tem acontecido, a Secretaria de Defesa Civil, com o apoio dos Bombeiros Voluntários do município, realizou o combate a um incêndio de grandes proporções que se alastrou na região do antigo Pesqueiro do Forró, próximo à rodovia SP 101, Jornalista Francisco Aguirre Proença, quando também entrou em ação a equipe da Concessionária Rodovias do Tietê. 

Em 2022, a Defesa Civil de Monte Mor registrou 240 ligações por mês relatando ou denunciando pequenos focos de queimada, causadas principalmente por ações voluntárias de pessoas que, mesmo neste período mais seco, insistem em colocar fogo em lixo ou entulho. No mesmo período, de janeiro a agosto deste ano, foram realizadas 280 ações de combate a queimadas ou incêndios de maiores proporções, causados ou não de forma voluntária. 

Segundo o secretário de Defesa Civil de Monte Mor, Phablo Augusto Clemente, mesmo com ações de conscientização feitos pelo Governo do Estado de São Paulo e pela Prefeitura de Monte Mor em redes sociais, e mesmo com boa parte da população consciente dos riscos que as queimadas trazem, muito ainda precisa ser feito no sentido de combater e evitar que o fogo continue a ser usado como ferramenta de “limpeza”.

É muito comum as pessoas usarem o fogo como forma de “se livrar” do lixo acumulado, mesmo em áreas onde existe coleta seletiva. Fora isso, há também o perigo dos balões, bitucas de cigarro lançados em locais de risco, e mesmo vidro ou latas que, refletindo a luz do sol, podem começar um incêndio.  

O fogo se torna às vezes incontrolável, principalmente com o tempo seco e com o vento. Há o risco de, em áreas urbanas, quando o fogo é colocado em terrenos baldios ou áreas abertas e com vegetação rasteira, de que casas, comércios ou prédios industriais sejam atingidos. Em áreas rurais ou de mata, o fogo pode se alastrar ainda mais, causando prejuízos ao produtor rural e ao meio ambiente.   

As queimadas também se tornam uma questão de saúde pública, já que a fumaça produzida afeta principalmente crianças, idosos e pessoas com problemas respiratórios. Há um significativo aumento na procura por postos de saúde e hospitais nesta época do ano, em decorrência de problemas respiratórios. 

Deste modo, a Defesa Civil alerta a população para a questão, que é de grande importância para todos. E faz um apelo: não coloque fogo em lixo, entulho ou em áreas de mato. Os prejuízos ao meio ambiente, saúde e possíveis construções atingidas são ou podem ser significativos. 

Defesa Civil de Monte Mor, ligue, de segunda a sexta, das 8 às 17 horas, para o telefone 19.3889-1622. Depois das 17 horas, sábados, domingos e feriados, caso seja uma ação de urgência ou emergência, ligue para 199 ou para a Guarda Civil Municipal: 153 ou 19.3879-2823. 

Seta
Versão do Sistema: 3.2.6 - 05/09/2022
Copyright Instar - 2006-2022. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia