Ir para o conteúdo

Prefeitura Municipal de Monte Mor / SP e os cookies: Nosso site usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar você concorda com a nossa Política de Cookies e Privacidade.
OK
Prefeitura Municipal de Monte Mor / SP
Acompanhe-nos:
Rede Social YouTube
Rede Social Instagram
Rede Social Facebook
Notícias
Enviar para um amigo!
Indique essa página para um amigo com seus dados
Obs: campos com asterisco () são obrigatórios.
Enviando indicação. Por favor, aguarde...
DEZ
01
01 DEZ 2022
SAÚDE
Volta da Poliomielite preocupa profissionais de saúde do continente americano
enviar para um amigo
receba notícias

Secretaria de Saúde de Monte Mor incentiva a vacinação contra a Pólio em contexto de possível retorno da doença ao Brasil. 

Depois de mais de 30 anos sem apresentar nenhum caso de poliomielite no continente americano, recentemente dois casos da doença foram identificados na cidade de Nova Iorque, nos Estados Unidos. 

Os dois casos, de agosto deste ano, 2022, reacendeu na comunidade médica uma significativa preocupação com relação à reintrodução da doença em um país das Américas. Fora o fato, 12 outros países do continente americano tiveram uma grande redução nos índices de vacinação da população infantil, de crianças entre 1 e 4 anos de idade, a faixa etária mais afetada pela doença. Redução decorrente da falta de ações governamentais de incentivo à vacina, relaxamento diante da ausência da doença e reflexo de uma constante campanha de movimentos antivacina que têm crescido ano após anos em todos os países.  

Segundo a ONU, Organização das Nações Unidas, a taxa necessária para prevenir o retorno do vírus é de 95%, número bem diferente nas taxas de vacinação em alguns países e regiões do continente, insuficientes para conter a volta da doença. No final de setembro, no Brasil como exemplo, no mês onde acontece a campanha de vacinação contra a Pólio, o número estava em 52%, segundo o Ministério da Saúde. Hoje, final de novembro, o número é de 72,57% Números que colocam o país em risco. 

Desta forma, nas Américas, a ONU, e no Brasil, o Ministério da Saúde, intensificam os pedidos de que haja um “maior envolvimento da sociedade civil, líderes comunitários, ONGs, setor privado, instituições acadêmicas e outras partes interessadas em medidas para avançar e atuar de forma coordenada para que a região esteja livre da pólio”.


A VACINAÇÃO EM MONTE MOR

Em Monte Mor a vacinação também está abaixo do recomendado, hoje em 78,99%. Números que colocam as crianças da cidade em risco diante de uma doença que causa a conhecida “paralisia infantil” e, em casos mais graves, pode levar à morte. 

Desta forma, a Secretaria de Saúde do município reforça o convite aos responsáveis legais por crianças entre 1 e 4 anos de idade, a levarem seus bens mais preciosos para tomar as duas gotinhas que podem mudar uma vida para sempre. 

Segundo a Secretária de Saúde de Monte Mor, Eliane Piai, todas as unidades de saúde do município estão preparadas para atender as crianças acompanhadas por seus responsáveis. A vacina é rápida e indolor, é só ir a um posto de saúde com documentos e a carteirinha de vacinação, das 8h30 às 11 horas ou das 13 às 15 horas.   

Em Monte Mor algumas ações foram tomadas, além da participação do município na campanha promovida pelos governos federal e estadual, como a ida dos profissionais de saúde às escolas infantis, que vacinaram algumas crianças, todas devidamente autorizadas pelos responsáveis, aumentando a taxa percentual de vacinação. Mesmo assim, o número está longe de ser o ideal e precisa de reforço de ação e de conscientização.

Seta
Versão do Sistema: 3.2.10 - 11/01/2023
Copyright Instar - 2006-2023. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia